expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Quatro atores que poderiam dominar o mundo como o próximo Lex Luthor


Quem quer ser bilionário?>>>
"Batman vs Superman", o possível título da sequência de "O Homem de Aço",  está se movendo nos bastidores, com um roteiro sendo escrito por David S. Goyer e o retorno de Zack Snyder a cadeira de diretor. Do pouco que confirmado até agora, sabemos que Ben Affleck herdou o manto do Homem Morcego no filme e que em algum ponto do roteiro ser que o Super-Homem vai cruzar os bigodes com o Cavaleiro das Trevas.  Desde que nome da Lexcorp, empresa de Lex Luthor surgiu rapidamente  no primeiro "O Homem de Aço",se especula sobre a presença do vilão no meio da confronto entre os dois heróis. 

E os rumores sobre a escalação para o grande antagonista do Homem de Aço tem circulado em torno de dois nomes, Mark Strong  e Bryan Cranston. Apesar de ambos serem grandes atores, parece que o argumento se fundamenta mais na  falta de imaginação do público, habituado a vê-los como personagens maliciosos, carecas e perigosos em filmes e na TV. Honestamente,creio que a Warner e  Snyder devem seguir por um caminho menos óbvio, escolhendo um ator que traga algo de novo e original para o cientista e bilionário, cuja existência é dedicada e usar intelecto para derrotar o Super-Homem. 

Considerando que as escolhas de vilões em filmes recentes tem orbitado entre nomes de peso que emprestam  credibilidade (Jeff Bridges, Liam Neeson e Ralph Fienes)  ou estrelas em ascensão que estão se estabelecendo como as promessas da sua geração (Tom Hiddleston, Benedict Cumberbatch e Heath Ledger) preparei uma lista de quatro atores que poderiam funcionar perfeitamente como o novo Lex Luthor:


Matthew Mcconaughey

Quem for escolhido vai precisar  ter habilidade para ser ao mesmo tempo charmoso e maligno, e uma coisa que aprendi assistindo a "Matador de Aluguel"  e "Magic Mike" é que Matthew Mcconaughey, transita por esses campos com destreza. O galã de comédias românticas se se reinventou nos últimos anos como um grande ator dramático, desaparecendo sob personagens como um policial corrupto  ou um decadente dono de um show de strippers masculino. 


Esse ano Mcconaughey vai ser visto três filmes: "Amor Bandido" que em breve estreia no Brasil, e foi muito elogiado nos EUA,  "O Lobo de Wall Street", novo de Scorcese e "Dallas Buyers Club", onde para viver um portador do HIV, teve que perder 20 quilos. Variando do sombrio e amedrontador ao carismático e bonachão, Mcconaughey tem material de sobra para fazer um psicopata tão amável que conseguiu  ser eleito presidente nos quadrinhos.


Jude Law 


Ironicamente Jude Law quase usou a capa do Homem de Aço, no  "Batman vs Superman" que foi engavetado em 2002., Em "Superman o Retorno", Bryan Singer teve que reescrever o roteiro, quando o ator declinou o papel do General Zod naquela versão. Recentemente, Zack Snyder que vai dirigir a sequência de "O Homem de Aço" tinha o ator britânico como favorito para viver Ozymandias na sua adaptação de "Watchmen".  Como se vê o mundo dos quadrinhos ronda a carreira de Law, que mantém uma relação próxima com a Warner, estrelando na série "Sherlock Holmes" no papel de Watson. 


O ator tem uma boa gama de personagens em seu currículo, indo do suave mulherengo em "Alfie" ao temível matador em "Estrada para a Perdição", mas apesar de ser um grande intérprete, até hoje acabou relegado apenas a posição de um bom coadjuvante. Com um Luthor nas mãos, Law teria uma ótima oportunidade de dominar o mundo de uma vez por todas.


Jason Isaacs 



Jason Isaacs é um ator que quase passa batido pela maioria dos radares, apesar de ser talhado para um papel de destaque. Desde que o vi como um atormentado cientista na ficção científica B "O Enigma do Horizonte", percebi no ator inglês  uma intensidade destinada à um grande personagem. Mesmo antes dos filmes Harry Potter, onde se celebrizou como o insidioso Lucius Malfoy, a vilania se tornou  um item recorrente na sua carreira. Em "O Patriota" Isaacs foi  um sórdido oficial inglês e no pouco visto "Peter Pan",  empunhou a espada do icônico Capitão Gancho. Nesse último, onde também vive o pacato Mr. Darling, ele demonstra  a capacidade  em cena para interpretar papéis totalmente díspares, algo útil para a dupla persona de Lex Luthor, que publicamente se mostra como um benevolente filantropo, mas nos bastidores é um homem cruel e implacável. 


Tendo se estabelecido com  personagens ameaçadores e elegantes, Isaacs seria totalmente apropriado como a mente mais brilhante do planeta. E como bônus Isaacs é um grande colecionador de quadrinhos de Marvel e da DC Comics , o que lhe dá uma base sólida para compreender o seu personagem.


Chiwetel Ejiofor
Os poucos que assistiram "Serenity", a versão para o cinema de "Firefly",  finada série de ficção científica criada por Joss Whedon, devem lembrar da melhor coisa do filme: o vilão interpretado por Chiwetel Ejiofor. O estúdio queria um ator mais conhecido, mas Whedon, insistiu e o resultado foi um dos grandes antagonistas do cinema recente. Desde então, Ejiofor vem acumulando uma série de bons papéis como coadjuvante em filmes como "Filhos da Esperança", "Melinda, Melinda" e "O Gangster Americano". Mas sua posição como estrela de cinema deve mudar drasticamente com a sua atuação em "12 Years a Slave", novo filme de Steve McQueen que está arrebatando opiniões positivas (e lágrimas) nos festivais por onde passa. 



Mas você pode estar considerando o detalhe dele não ser caucasiano como nos quadrinhos, e isso traria uma onda de discussão sobre o assunto, talvez tão grande quanto a controversa escolha de Ben Affleck como Bruce Wayne. Sim seria polêmico mesmo, e nesse caso a vantagem seria dupla para o filme pois além de ter um grande ator, os holofotes estarão ainda mais voltados para a produção. E como Snyder já deixou claro que nem sempre vai se ater ao que foi estabelecido no cânone das HQs, escalando Lawrence Fishburne como Perry White, ou até sujando as mãos do Super-Homem com sangue, um Luthor afro-americano seria um hipótese completamente plausível.






O chefão da Warner prometeu novidades sobre os próximos filmes baseados no universo da DC Comics em breve. Como a empresa estará presente em vários painéis durante a New York Comic Con, que acontecerá entre 10 e 13 de outubro, quem sabe o nome do próximo Lex Luthor possa surgir por lá.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...