expr:class='"loading" + data:blog.mobileClass'>

quarta-feira, 20 de novembro de 2013

David Goyer e Joseph Gordon-Levitt estariam tentando fazer o filme do 'Sandman'

Sonhar não custa nada>>>
O mundo de magia e criaturas fantásticas da DC Comics se tornou conhecido a partir dos anos 90 pelo selo Vertigo, ao reunir autores e artistas que trouxeram ideias ousadas em histórias que rompiam completamente com a cartilha dos heróis coloridos salvando o mundo. Desse caldeirão surgiu o "Sandman". Criado por Neil Gaiman, a premiada série em quadrinhos é considerada uma obra-prima que elevou o padrão das narrativas, estabelecendo uma mitologia própria ao longo de 75 edições publicadas entre 1989 e 1996. 

Cultuado por muitos, a criação de Gaiman sempre foi cortejada por estúdios de cinema e canais de TV, mas até hoje nenhum projeto conseguiu transformar esse Sonho em realidade. Mas a areia mágica mais uma vez escapou da algibeira do pálido irmão da morte e pode estar inspirando a Warner a produzir um longa-metragem baseado no "Sandman".

De acordo com o Badass Digest, o mesmo site que semana passada adiantou a notícia sobre  "Preacher"  a caminho da TV , David Goyer é o novo candidato a tirar o Sandman do papel e transformar Morfeus em um filme. O site também afirma que Joseph Gordon-Levitt estaria envolvido no projeto. Se especula que ator de "O Cavaleiro das Trevas Ressurge" pode interpretar o Perpétuo mais famoso ou talvez esteja mirando a cadeira de diretor.

No passado muitos já tentaram transportar o Sandman de seus domínios místicos para outras mídias, mas apesar do grande apelo entre fãs da série em quadrinhos, limitações de orçamento e a própria natureza densa e muitas vezes sombria do material original, impediu que esses projetos tomassem forma. Segundo a fonte da notícia, as conversas entre Goyer e o estúdio ainda estão nos estágios iniciais e possivelmente Gaiman nem foi consultado.


Confesso que nunca considerei esse universo imaginado por Neil Gaiman sendo bem adaptado para o cinema, e com um roteirista de habilidades limitadas como David Goyer supostamente a frente da empreitada, seria melhor que a coisa nem acontecesse. Essas histórias extremamente seriadas e que se estendem por longos arcos se encaixariam melhor na grade de um canal como a HBO, que provou com “Game of Thrones” como dar a uma obra de fantasia um tratamento de primeira classe.

Assim como na primeira edição de Sandman que mostrava o Perpétuo aguardando por décadas uma chance para escapar da sua prisão, aos fãs resta continuar esperando pelo dia que o personagem se expandir além das páginas dos quadrinhos.


Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...